hello, I’m back

viagem /

DSC_1023

Faz muito tempo que eu não passo por aqui… Eu acabei abandonando o vlogmas na metade, não dei as caras pra escrever um textão de ano novo e acabei não contando mais o que foi acontecendo durante os meus dias. Não sei até que ponto alguém veio aqui e sentiu a minha falta, porque eu tô em uma vibe meio esquisita com a blogosfera no momento…

Enfim… Há alguns dias eu cheguei no Brasil, trazendo duas malinhas de 32kg (no limite!), muitos amigos e um coraçãozinho apertado de pré-saudades que só vai aumentar. Eu sempre me considerei uma pessoa desapegada, que fazia amigos mas que ao mesmo tempo sabia resistir à distâncias, tanto que algumas amigas minhas moram em outros estados e por isso os vejo raramente. Mas sinto que dessa vez é diferente, deixei um pedacinho de mim no meu dormitório e todos os dias, quando coloco a cabeça no travesseiro, fico pensando no que o meu grupo de amigos está fazendo e pensando no silêncio da ausência de cada um.

Few days a go I got back to Brazil bringing with me two bags with 70 pounds, a lot of friends and a heart feeling “saudades”. I had always consider myself a person who’s not attached, a person who used to make friends but in the same time, a person who knew how to survive the distance. But this time is different, I feel that I left a piece of me in my dorm and everyday, while I’m trying to fall asleep, I keep thinking what my friends are doing and trying to get used to the silence of their absence. 

Nossos quartos sempre ficavam abertos, a música estava sempre alta e quanto menos tempo me restava, mais festas fazíamos no meu quarto. Eu, uma mocinha de 21 anos, fui acolhida por uma “familia” de outras moças e moços de 18 e 19 anos e que viraram meus irmãos mais novos (que me apelidaram de “mãe”). Eles me respeitavam do jeito que eu era, entendiam as minhas escolhas e sempre me abraçavam pra me dar força. Quando passava o final de semana fora do dormitório, vinham correndo assim que colocava os pés no meu quarto para me dar abracinhos e para ficarmos juntos de novo, a família toda.

Our bedrooms were always open, the music was always loud and there were always parties in my room. Myself, a 21 years old young lady, was welcomed by a family of young boys and young lady between 18 and 19, that became my younger siblings (but they keep calling me mom!). They respected me just the way I was, they understood my choices and always give me strength to keep going on. Enerytime that I came back from a weekend away, my friend come to see me right after I arrived to hit me and to hang out all family together,

Eu aprendi a usar “excuse me” ao invés de sorry, pegar os copos de bebida das minhas amigas antes que fosse too much, e quando fosse too much, segurar o cabelo da miguinha e colocá-la debaixo do chuveiro. Eu aprendi que não é idiota pedir licença para passar o tempo todo, dar bom dia pra quem eu não conhecia e sorrir pra pessoas aleatórias. Eu me acostumei em dar gorjeta, sentar no restaurante e receber copos de água (de graça!!), comer bacon no café da manhã, panquecas e até hash browns (que são basicamente batatas raladas e fritas!). Tinha preferidos no Starbucks (onde até acertarem meu nome), andava quilômetros sem reclamar (até no frio) e conhecia meu pedacinho de Chicago como morasse ali desde sempre.

I learnt to use “excuse me” instead of sorry, grab my friend’s drinks before it was too much (and too late), and when was too much (and too late), I held their hair and put them in the shower (or at least I tried!). I also learnt that being polite is not stupid thing, and how to say “good morning” and smile to people that I didn’t know. I got used to tipping, having free water in restaurantes, eating bacon for breakfast, pancakes and even hash browns. I had Starbucks’ favourites, I walked miles without complain (even in the winter!!) and I knew (and know) my neighborhood like I’ve lived there forever. 

Dizer tchau não foi difícil porque eu estava dizendo adeus para amigos e para uma experiência maravilhosa. Dizer tchau foi difícil porque estava me despedindo da minha familia, de um lugar que aprendi a chamar de casa (e é muito difícil dizer adeus para a sua casa). Mas, olhando pelo lado bom, agora eu tenho uma segunda familia, longe da minha cidade natal. Tenho uma família que não vejo a hora de voltar para (:

Saying goodbye was not hard because I was saying goodbyes to friend and to an amazing experience. Saying goodbye was hard because I was saying my goodbyes to my family, to a place that I learnt to call home and it’s pretty hard to say goodbye to home. But, in the bright side, now I have a second family, far away from my hometown. I have a family that I can’t wait to get back to (:

DSC_0151

Quando postei os Fragmentos de Julho, contei que passei alguns dias com a minha irmã, antes dela ir embora e eu ficar aqui pra sempre (ok, não é pra tanto)! Tire várias fotos dela, da minha tia e da cidade e nunca postei em nenhum lugar. Agora que a cidade mudou tanto e tá tudo tão outono, resolvi relembrar o verão <3

DSC_0134

Nesse dia resolvemos ir até o Feijão, que na verdade chama The Cloud Gate, e fica localizado no Millennium, o mesmo lugar do Lollapalooza, que contei mais sobre como foi aqui! Independente da época do ano, ele está cheio de gente e é super difícil conseguir uma foto bacana, já que ele é todo espelhado e sempre tem um cidadão que acaba entrando na sua foto.

De qualquer forma, eu super recomendo dar uma passadinha por lá, em um dia ensolarado, para admirar o parque e toda a vista da cidade que ele oferece, porque é muito bonito mesmo! (e é de graça, haha) DSC_0122

DSC_0110

DSC_0114

Outra coisa que eu amo muito fazer em Chicago é observar os prédios que são maravilhosos. Na verdade, Chicago é famosa por sua arquitetura, é ainda que pareça ser uma cidade muito moderna, há inúmeros prédios super antigos que fazem a cidade ser mais linda ainda. É um mix muito bonito de novo e antigo <3

DSC_0105

DSC_0104

DSC_0106

Só sei que Chicago é uma das minhas cidades preferidas do mundo, só perdendo pra Londres. Olhando essas fotos agora, é tão esquisito ver como o tempo passou rápido e como não parece mais a mesma cidade dessas fotos. Daqui mais alguns dias a cidade vai ficar ainda mais diferente, toda branquinha de neve!

(Parece um post randomico, mas eu amo muito escrever sobre os lugares que eu visito e dividir minhas fotos com vocês. Sei que a maioria das pessoas não devem achar muito interessante, mas faz um bem gigante pra mim!)

querido papai noel (e amiga secreta)…

comprinhas /

Tá chegando aquela época maravilhosa do ano que nos trás uma das coisas mais queridas do mundo: o amigo secreto. Sei que na maioria das vezes pode ser a maior furada do mundo, porém, eu fui convidada para participar do amigo secreto mais especial da blogosfera, só com mina massa e de coração bom. Já sei quem vai ser minha amiga secreta, mas isso por enquanto, é segredo. A revelação só acontecerá no ano que vem, mas até lá daremos dicas para ajudar vocês (e as outras participantes) à adivinharem quem tiramos.

E para ajudar não só a mocinha que me tirou, mas também à todos que quiserem me dar presente (hehe), fiz uma listinha com coisas que tô querendo muito <3

WISHLIST-g

1. Sutiã de straps, vi na Pink Vanilla e lembrei que estou atrás de um sutiã desse há séculos e até agora nada 2. Chinelinho da Melissa ou Adidas: acho que fui super influenciada pela moda do ~dormitório~ daqui e tô querendo muito uma sandals dessa. 3. Camiseta GRL PWR!, da 787 Shirts: vi a Stephanie e a Nina usando e tô querendo! 4. Camiseta com patches e patches em geral: eu estou decorando minha jaqueta jeans com patches e pins que acho por ai, achei esses patches (e esse na etsy) e essa camiseta, então pode mandar que tô aceitando (e vou lembrar de você pra sempre que usar!). 5. Vitrolinha da Crosley pra poder escutar meus discos dos Beatles que estão encostados e pra poder comprar o vinil do Alabama Shakes. 6. Everyone Loves You When You’re Dead, do Neil Strauss: estou ensaiando comprar ele desde que o Raoni me indicou! 7. Vestido de listras, da 787 Shirts: vibe verão, fresquinho e larguinho! 8. Pulseiras de relógio: tô apaixonada por essas cores. 9. Produtos de Natal da Lushuma infinidade de opções, mas tô de olho do Christingle e no Bûche de Noel. 10. Mapa de Chicago (ou qualquer mapa!): tô quase indo embora e quero muito levar um pouquinho de chicago comigo. 11. Qualquer coisa relacionada com viagem: vi vários quadrinhos no Pinterest em que você coloca papeis e outras recordações de viagem! Infelizmente não achei nenhum link pra comprar, mas tô inspirada à fazer quando voltar.


Sendo bem sincera, o que eu mais gosto dessa brincadeira toda é do mistério. Tanto em saber quem você tirou, quanto a surpresa na hora do presente. A minha listinha é meramente “demonstrativa”, porque eu vou amar qualquer coisa que minha amiga secreta me dar, porque tenho certeza que vai ser dado do fundo do <3 Tô animadona com essa brincadeira, porque adoro muito todas as meninas que tão participando!

blogger

o meu obrigada

pessoal /

Hoje é dia de parar um pouquinho e agradecer tudo de bom que a vida oferece à gente todos os dias. À todos os momentos gostosos que nos fazem bem, à todas as pessoas queridas que nos querem bem.

Refletir e dar graças não é uma tarefa tão fácil, especialmente hoje em dia, mas é algo que devemos nos forçar a fazer aqui e acolá.

Estar longe da maior parte da minha família e dos meus amigos, me ensinou ser muito grata à eles. Não só pelo companheirismo, mas também por todas as pequenas lições que me ensinaram ao longo do tempo. Todos os momentos que dividimos que acabaram virando memórias e histórias, que guardarei pra sempre no meu coração.

Também sou grata à todos os momentos de dificuldade que eu passei, que me trouxeram até aqui e que acabaram me fazendo mais forte. Essas experiências me prepararam para desafios enfrentados e outros que ainda estão por vir. As coisas nem sempre parecem certas, mas eu tenho uma fé gigante que depois de um tempo elas vão fazer muito mais sentido.

Sei que não é Thanks Giving aí no Brasil, mas mesmo assim, gostaria de agradecer à todos que passam pela minha vida e tentam adicionar algo bom à ela. Queria agradecer à todas as pessoas que dedicam um tempinho do seu tempo para ler o que eu escrevo aqui no Avec e meu videos no meu YouTube. Pode não parecer, principalmente pelo meu recente sumiço (que explicarei melhor em um video), mas o Avec Gigi é uma parte muito importante de mim e cada comentário, like, compartilhamento significa muito pra mim. E eu gostaria de agradecer à todos que fazem parte dessa grande ~bola de amor~ que é esse espacinho.

Não posso deixar de agradecer minha família, por me ensinar ser uma pessoa boa e me ensinar valores que são tão importantes pra mim. Obrigadinha por meu namorado, por ser meu companheiro mesmo de longe, sempre me ajudando e me deixando felizona <3 E também um thanks pro meus amigos por estarem sempre do meu lado, me fazerem me sentir tão querida e amada, mesmo que de longe. Sinto muita falta de vocês. And also, a special thanks to the friends I made here. Without you, my time here would’ve been very difficult. You guys make me feel loved and home (:

Thanks for the love, porque no final é isso que conta, o amor que você dá e o amor que você recebe <3

Star Wars: Funkos!

comprinhas /

star wars

Hello, friends! Estou monotemática porque esse post era um só, mas foi desmembrado em dois porque a Rainha do Textão aqui escreveu demais e ninguém nunca ia querer ler um post tão grande assim.

Antes de qualquer coisa vamos lembrar que esse é um lugar livre de julgamentos e só amor é permitido. Logo, espero que ninguém julgue meu descontrole, hehe.

star wars

Quando fui no Museu de Ciência ver a exposição dos robozinhos (tô devendo post, eu sei!), muito antes de ter um robô pra chamar de meu, avistei na lojinha (lojinha de museu = problema) Funkos do C3PO e do R2D2 e meu coraçãozinho apertou de fofura.

Como, normalmente, as coisas em lojinhas de museu tem o preço muito acima do normal, já estava me preparando para não levar nenhum deles… Mas, pra minha surpresa, o preço estava super em conta, inclusive mais barato que comprar na Amazon e, por isso, aproveitei e comprei a duplinha para dar um pro meu namorado e o outro pra ficar comigo mesmo. Mas vocês entendem, né?! Olha essa fofurinha… Não pude resistir.

E… Como se não tivesse Funkos de Star Wars o suficiente, esses dias estava andando calmamente pelo Walmart _ para comprar água, em minha defesa _ e vi dezenas de caixinhas de Funkos empilhadas e comecei a fuçar e achei vários bonequinhos que poderiam me interessar. E mesmo sem esperar, achei dezenas de caixinhas com os novos personagens da saga e bem…, cês sabem como funciona, hehe.

star wars

Como eu sou um ser consciente das minhas compulsões por toy art me permiti levar apenas duas: a Rey maravilhosa, que, conforme tudo indica, vai ser a personagem principal desse filme (sim sim, uma menina protagonizando um filme nerd) e na minha opinião será filha do Han e da Leia; e um Stormtrooper versão 2.0, porque o achei pra lá de simpático, mesmo tendo cara de mal (vai entender…)

Agora se prepara porque tirei várias fotos dessas fofuras e vou ter que dividir porque é muito cuti-cuti pra deixar só pra mim <3

star wars

DSC_0693-mm star wars-mm star wars star wars star wars

Espero que vocês não estejam morrido a) com tanta fofura b) soterrados com tantas fotos.